Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas: 2013 a 2014 / PJe é instalado na VT de Santa Luzia no aniversário da Lei Áurea

PJe é instalado na VT de Santa Luzia no aniversário da Lei Áurea

publicado 13/05/2013 13:16, modificado 13/05/2013 16:16

Passados 125 anos da abolição da escravatura, a justiça trabalhista, que garantiu um patamar de valorização do trabalho no país, dá um novo passo rumo ao futuro em MG, ao instalar o Processo Judicial Eletrônico (PJe) em mais um município. Foi lembrando o aniversário da Lei Áurea e os 70 anos da CLT, que o coordenador nacional do PJe de 2ª Instância, desembargador Ricardo Mohallem, que também está a frente do Comitê Regional, se manifestou representando a presidente do TRT na cerimônia que marca a instalação do PJe na Vara do Trabalho de Santa Luzia, cidade localizada a 27 km de Belo Horizonte.

PJe é instalado na VT de Santa Luzia no aniversário da Lei Áurea (imagem 1)

O evento começou, às 11h30, com a protocolização do primeiro processo eletrônico, pelo advogado Cristiano Avelino da Silva. A ação foi registrada com o número 10.001/2013 e a audiência ficou automaticamente marcada para o dia 11 de julho às 11h45.

O primeiro a falar na solenidade foi o presidente da subseção local da OAB, advogado Francisco Massara Gabrich, que se declarou feliz com a implantação do processo digital e agradeceu ao tribunal pelo treinamento dado aos advogados. Para ele, "acabar com a papelada já é um ganho muito grande".

Em seguida, falou o juiz titular da vara, Antônio Carlos Rodrigues Filho, que definiu o PJe como um desafio a ser ultrapassado "com a vontade, a confiança e a colaboração de todos os envolvidos, servidores e advogados".

PJe é instalado na VT de Santa Luzia no aniversário da Lei Áurea (imagem 2)

Prestigiaram a solenidade, além das autoridades já citadas, o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais, Hélder Santos Amorim; a presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho, juíza Jacqueline Prado Casagrande; o membro do Grupo de Trabalho de Especificação de Requisitos para o Processo Judicial de 1º Grau e do CSJT, juiz do trabalho substituto Fabiano de Abreu Pfeilsticker; o diretor-geral do TRT, Guilherme Augusto de Araújo; o secretário-geral da Presidência, Eliel Negromonte Filho; a diretora judiciária, Sandra Pimentel Mendes e o diretor de informática, Gilberto Atman Picardi Faria, além de assessores e servidores do TRT, advogados, autoridades e a comunidade local.

A próxima instalação do PJ-e será nas varas do trabalho de Pedro Leopoldo, dia 31 de maio, às 17 horas. (Fotos: Marcos Ikeda)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /