Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas: 2013 a 2014 / Projeto Escola segura será implantado na rede estadual de ensino

Projeto Escola segura será implantado na rede estadual de ensino

publicado 03/10/2013 15:03, modificado 03/10/2013 18:03

Em reunião realizada nesta quinta-feira, 3, no TRT-MG, gestores do Programa Trabalho Seguro, representantes da Secretaria de Estado da Educação e do Sesi de Minas Gerais discutiram a implantação do projeto-piloto Saúde Segurança na Escola - Escola Segura - na rede estadual de ensino de Minas Gerais.

Projeto Escola segura será implantado na rede estadual de ensino (imagem 1)
Foto Madson Morais

O projeto já é realidade em 34 escolas do Sesi-MG desde 2012, em todos os níveis da educação básica da rede, desde a educação infantil até a de jovens e adultos. De acordo com a gerente de educação básica do Sesi-MG, Maria Conceição Caldeira, 15 mil alunos da rede já estudam o tema.

A parceria, firmada entre TRT-MG e o Sesi, estende-se agora à Secretaria Estadual de Educação, que insere o tema Segurança no Trabalho na grade curricular dos cursos profissionais de Secretariado, Administração, Logística e Contabilidade, implantados na rede estadual de ensino neste ano de 2013.

De acordo com a diretora de projetos Especiais da Educação profissional da Secretaria de Estado da Educação, Ivonice Maria Rocha, o "Escola Segura" vai alcançar, já no primeiro semestre de 2014, um total de dois mil estudantes de 50 escolas profissionais em diversas regiões do estado.

O conteúdo a ser inserido engloba os temas meio ambiente, saúde e segurança no trabalho. Atualmente, existem 500 escolas com cursos profissionais no estado e a intenção é ampliar o programa para todas elas.

O desembargador Anemar Amaral, gestor regional do Programa Trabalho Seguro, programa coordenado pelo Tribunal Superior do Trabalho, afirma que apenas por meio da educação e conscientização sobre os cuidados necessários com a prevenção será possível reduzir os índices catastróficos de acidentes de trabalho na país, que ocupa o 4º lugar no mundo neste tipo de ocorrência. Para o desembargador, a inclusão deste conteúdo na rede pública de ensino trará resultados a longo prazo, porém duradouros, na redução dos acidentes de trabalho.

A reunião, realizada no gabinete da Presidência do TRT-MG, contou com a participação dos desembargadores Anemar Amaral e Eduardo Ferri, gestores regionais do Programa Trabalho Seguro, da diretora de projetos Especiais da Educação profissional da Secretaria de Estado da Educação, Ivonice Maria Rocha, da gerente de educação básica do Sesi-MG, Maria Conceição Caldeira, da analista em educação da SEE-MG, Rosana Mol Lana, da assessora da SEE-MG, Celeida Magalhães Longuinhos e do assessor da presidência do TRT-MG Paulo Haddad. (Lucineide Pimentel)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /