TRT obtém da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara a aprovação de projeto que cria 21 cargos de juiz

publicado 26/11/2014 13:09, modificado 26/11/2014 15:09

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou na manhã desta quarta-feira (26/11), em reunião deliberativa ordinária, o parecer do deputado Aelton Freitas (PR-MG), relator do PL 7906/2014, pela compatibilidade e adequação financeira e orçamentária do projeto de lei que cria 21 cargos de Juiz do Trabalho Substituto no Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais.

A aprovação resultou das gestões do diretor-geral do órgão, Ricardo Oliveira Marques, e do assessor especial da Presidência, Paulo Haddad, junto ao parlamentar mineiro e demais membros da Comissão, que foram favoráveis também à inversão da pauta do dia, de modo a garantir logo a votação do projeto.

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais, desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria, que se encontra no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília, também participou diretamente das gestões pela aprovação do PL 7906/2014, que ela considerou como "importante reconhecimento da Câmara à necessidade de o TRT ampliar o quadro de juízes" e como "fruto do trabalho do Tribunal, representado pelo diretor-geral e pelo assessor especial da Presidência". O projeto de lei vai agora para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara Federal.

TRT obtém da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara a aprovação de projeto que cria 21 cargos de juiz (imagem 1)
Ricardo Oliveira Marques, deputado Aelton Freitas e Paulo Haddad

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br