Audiência de rodoviários e Sindicato das Empresas termina sem acordo na JT

publicado 28/03/2005 21:00, modificado 29/03/2005 00:00

Terminou sem acordo, nesta terça-feira, 29 de março, no Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais, a audiência entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SETRABH) e o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH).

Diante da dificuldade de acordo entre as partes, o juiz Instrutor, Sebastião Geraldo de Oliveira, apresentou propostas aos representantes das respectivas categorias, Entre elas estão:

REAJUSTE SALARIAL – manutenção do salário atual para motoristas e cobradores e INPC integral do período para os demais empregados não contemplados pela redução de jornada;

JORNADA DE TRABALHO – alteração da jornada de trabalho dos motoristas e cobradores, atualmente praticada de 6h e 40min, para 6 horas;

VALE-ALIMENTAÇÃO – garantida a sua manutenção nos termos e valores da CCT 2004/2005, excetuada a sua concessão no período das férias;

MANUTENÇÃO DAS DEMAIS CLÁUSULAS e condições de trabalho constantes do instrumento normativo 2004/2005, com todos os direitos nele previstos.

As partes submeterão as propostas às suas respectivas Assembléias. O Juiz Sebastião Geraldo de Oliveira solicitou ao sindicato dos rodoviários a manutenção integral do serviço de transporte rodoviário nesta Capital, sem paralisação, operação linguição ou estado de greve enquanto perdurarem as tentativas de conciliação na Justiça do Trabalho até a data da próxima audiência, dia 31 de março, quinta-feira, às 17:30 horas, no 8º. Andar do Edifício-sede.

Visualizações: