Autoridades de Minas discutem a corrupção no Brasil

publicado 24/10/2005 22:00, modificado 25/10/2005 00:00

No próximo dia 28 de outubro, o Juiz do Tribunal Regional do Trabalho de Minas, Paulo Roberto de Castro, vai intermediar o debate “A corrupção no Brasil, uma prática a ser erradicada”, que vai acontecer no teatro da Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete.

A mesa será composta por várias autoridades, e entre elas, o deputado federal Carlos Willam, relator de uma das CPIs no Congresso Nacional; os desembargadores Audebert Delage e José Amâncio de Souza Filho, do Tribunal de Justiça de Minas;  os presidentes da  Associação dos Magistrados de Minas, juiz Carlos Augusto de Barros Levenhagen, da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho de Minas, juiz Orlando Tadeu de Alcântara, da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho, juiz Nilton Pandelot, e da OAB, Raimundo Cândido, além de representantes das Polícias Civil e Militar, da Igreja, da imprensa e do Ministério Público do Trabalho.

O debate terá início às 08 horas da manhã, com participação dos estudantes de Direito, professores, empresários, sindicalistas e agentes de outros setores da sociedade civil.  A Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete fica no bairro Carijós, rua Lopes Franco 1001, blocos C/D-

O Juiz Paulo Roberto de Castro está à disposição da imprensa para mais informações, no horário entre 14:00h e 18:00h, até a data do evento. Telefone para contato: ( 31) 3769.1919  ramal 217.

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br