Dissídio Coletivo dos trabalhadores da CEASA

publicado 21/02/2006 21:00, modificado 22/02/2006 00:00

Terminou sem acordo a audiência de conciliação e instrução entre representantes da Federação dos Empregados no Comércio e Congêneres de Minas Gerais e da CEASA- Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A realizada na terça-feira, 21 de fevereiro de 2006, quando teve início o processo de Dissídio Coletivo da categoria.

A audiência foi presidida pela Juíza Instrutora, Maria Laura Franco Lima de Faria, que atendeu o pedido das partes suspendendo o feito por 30 (trinta) dias. A próxima audiência foi marcada para o dia 21 de março de 2006, às 16:00 horas, no 8º andar do Edifício Sede, avenida Getúlio Vargas 225.


Visualizações: