Exposição no Foro de Contagem resgata história da Justiça do Trabalho

publicado 21/06/2018 13:59, modificado 21/10/2018 11:22

copy_of_800x533_2018_0621_Inauguracao_Exposicao_Justica_Do_Trabalho_e_Sua_Trajetoria_Contagem_MM__29.jpg
Foto: Madson Morais

O Foro Trabalhista de Contagem recebeu, na manhã desta quinta-feira (21), a exposição “Justiça do Trabalho e sua Trajetória”, promovida pelo Centro de Memória – Escola Judicial, com o objetivo de apresentar a história da Justiça do Trabalho e o acervo da instituição.

Para o juiz Walder de Brito Barbosa, orador do evento, a exposição é muito oportuna nestes dias de questionamento do Direito do Trabalho e da Justiça do Trabalho. “Servirá não só para resgatar nossa história e revelar nossa existência, mas também para promover reflexões sobre esse ramo do direito e do judiciário nacional”.

Dividida em três módulos, a mostra é composta por 11 painéis que retratam, em textos e imagens, fatos ligados ao mundo do trabalho e aos trabalhadores. O primeiro módulo remonta à criação da JT no país e em Minas; o segundo, ao cotidiano de trabalho na instituição e o terceiro, às decisões da justiça trabalhista que causaram impacto social. Em síntese, a exposição mostra o contexto histórico que motivou a instalação da JT no país, as mudanças ao longo da história no TRT-MG e a produção intelectual da instituição pela seleção de sentenças precursoras.

400x2018_0621_Inauguracao_Exposicao_Justica_Do_Trabalho_e_Sua_Trajetoria_Contagem_MM__18.jpg
Juiz Walder de Brito Barbosa: “A exposição servirá para promover reflexões sobre Direito do Trabalho e judiciário nacional”.

A exposição, que é itinerante e aberta ao público, permanece até 4 de julho, no Foro Trabalhista de Contagem, rua Joaquim Rocha, 13, bairro Betânia. Antes, após ter sido inaugurada no edifício-sede do TRT em maio de 2017, ela passou por Nova Lima, Pedro Leopoldo, Santa Luzia e Ouro Preto, sempre com o objetivo de alcançar um público cada vez maior e estreitar as relações com as varas do interior.

Foro Trabalhista de Contagem

Em Contagem, devido ao grande movimento processual, a Justiça do Trabalho tem seis varas que começaram a atuar no município em 1978, quando foi instalada a 1º Junta de Conciliação e Julgamento.

Posteriormente, em 1986, 1989, 2003 e 2012, foram instaladas as demais, todas hoje denominadas varas do trabalho. Sob a jurisdição do foro está também a demanda processual trabalhista de Ibirité, Mário Campos e Sarzedo.

Presentes à inauguração os juízes titulares Walder de Brito Barbosa, diretor do Foro Trabalhista de Contagem, Jésser Goncalves Pacheco e Marcelo Oliveira da Silva, além dos substitutos Patrícia Nunes de Carvalho, Hadma Christina Murta Campos e Marcelo Marcondes Pedrosa. E ainda o presidente da 83ª Subseção da OAB/MG, advogado Sanders Alves Augusto, a gerente-geral do PAB da Caixa Econômica Federal, Marley Adriana Reis Soares, a chefe do núcleo do foro, Sônia Regina da Costa, servidores do Judiciário e usuários da Justiça do Trabalho.

Contagem, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, possui a terceira maior população do estado, com 658.580 habitantes e importante aglomeração urbana, principalmente pelo seu grande parque industrial.

Galeria de fotos. 

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br