Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Maio / CBTU e metroviários discutem proposta de suspensão da greve no TRT

CBTU e metroviários discutem proposta de suspensão da greve no TRT

publicado 28/05/2018 17:43, modificado 21/10/2018 11:22

550_2018_0528_Dissidio_Metroviarios_MM3.jpg
Foto: Madson Morais

O desembargador Márcio Flávio Salem Vidigal instruiu, na manhã desta segunda-feira (28), audiência requerida pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em face do Sindicato dos Empregados em Empresas de Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro), devido à decisão dos metroviários, em assembleia da categoria, de deflagração de greve a partir da zero hora desta terça-feira (29).

Em sua manifestação, os representantes do Sindimetro justificaram o movimento paredista pela insatisfação da categoria com as negociações sobre o reajuste salarial e as cláusulas sociais relativas ao período de 2017/2018, já acordadas. Os representantes da CBTU alertaram para a “inoportunidade do movimento em virtude da greve dos caminhoneiros quando os ônibus estão funcionando em regime restrito e os postos de combustíveis sem abastecimento”.

Apresentadas tais razões e após mais de quatro horas de negociação mediada pelo desembargador instrutor, o sindicato profissional ficou de levar ainda hoje a proposta de suspensão da greve até a zero hora de 5 de junho, firmando o compromisso de informar ao TRT-MG o resultado até esta terça-feira (29). Caso a proposta de suspensão da greve seja rejeitada pelos metroviários, ficou determinado o cumprimento da seguinte escala para circulação dos trens: 100% nos horários de pico, ou seja, das 5h30 às 9h e das 16h30 às 20h a partir de amanhã até a decisão cautelar.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /