Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / TRT-MG homenageia personalidades e entidades com Comenda Ari Rocha

TRT-MG homenageia personalidades e entidades com Comenda Ari Rocha

publicado 24/09/2021 20:24, modificado 27/09/2021 15:20

Em sessão solene realizada nesta sexta-feira (24), prestigiada pelos desembargadores da mais alta corte trabalhista do estado, o Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais condecorou com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho Desembargador Ari Rocha, nos graus Grã-Cruz, Oficial ou Insígnia, 36 personalidades que se distinguem por sua contribuição para a permanência das instituições livres e democráticas, a paz social e o engrandecimento da Justiça do Trabalho.

Ao abrir a sessão, após a execução do Hino Nacional por um quarteto de músicos da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais, o presidente do TRT, desembargador José Murilo de Morais, destacou e agradeceu as honrosas presenças dos agraciados e esclareceu que os diferentes níveis da comenda não distinguem os homenageados em função de sua importância e sim do cargo que ocupam. São todos igualmente merecedores da homenagem!

Na sequência da sessão, o desembargador Fernando Gonçalves Rios Neto, secretário da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho Desembargador Ari Rocha, traçou um breve histórico da comenda, que este ano alcança a 11ª edição. A Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho Desembargador Ari Rocha foi instituída pela Resolução 50/2000 do Tribunal Pleno do TRT da 3ª Região para “distinguir e perpetuar a memória e o labor de pessoas e entidades em prol da paz e do engrandecimento da Instituição Judiciária do Trabalho em todos os níveis de atuação". Resgatou ainda o patrono da medalha, desembargador Ari Rocha,  “magistrado que dedicou à Justiça do Trabalho o melhor de suas energias” e faleceu em novembro de 1990 no exercício da presidência do TRT mineiro,  cargo que acumulava com o de corregedor. O falecimento se deu em acidente automobilístico durante atividade correcional.

Ao encerrar a solenidade, o presidente do TRT, destacou a Universidade Federal de Minas Gerais, agraciada com a medalha, que está desenvolvendo uma vacina mineira que desencadeia resposta imunológica para combate à Covid-19 e prestou justa homenagem a todos os profissionais de saúde que atuam na pandemia.

Agraciado com a Grã-Cruz, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e presidente da CNBB, manifestou-se sobre a homenagem, agradecendo em seu nome e da CNBB. Para ele, estar nesta Corte num tempo em que a justiça precisa tanto ser praticada, é de grande valia. "Sinto-me honrado por estar nesta Corte em um tempo em que a justiça precisa ser praticada em todos os cantos. Queremos, como igreja, contribuir com os segmentos e instituições da sociedade para avançar no bem comum, sobretudo na promoção de uma política melhor. Agradeço essa honraria em nome da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, da Arquidiocese de Belo Horizonte e em meu nome".

 

copy_of_WhatsApp_Image_2021_09_24_at_19.22.30.jpeg

Da esquerda para a direita: Desembargador Fernando Rios Neto,  1º vice-presidente do TRT-MG, desembargador José Murilo de Morais, presidente do TRT-MG, e Renato Amado, presidente da Amatra3

Personalidades e instituições homenageadas

 

Grau Grã-Cruz

Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte e presidente da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e Rodrigo Otávio Soares Pacheco, presidente do Senado Federal

Grau Oficial

Carlos Ernesto Ferreira Starling, médico infectologista; Carlos Alberto Venâncio, advogado; Cláudio Jannotti da Rocha, professor adjunto dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Espírito Santo; Cléber Lúcio de Almeida, juiz titular da 21ª VT de Belo Horizonte e coordenador acadêmico da Escola Judicial do TRT-MG; Décio Flávio Gonçalves Torres Freire, advogado; Diva Dorothy Safe de Andrade Carneiro, juíza do trabalho aposentada do TRT-MG; Fabiano Coelho de Souza, juiz titular da Vara do Trabalho de Formosa-GO; Fábio Augusto Ramalho dos Santos, deputado federal; Fábio Baccheretti Vitor, secretário de Estado da Saúde MG; Ilma Maria Braga, juíza do trabalho aposentada do TRT-MG; Jackson Machado Pinto, secretário municipal de Saúde de Belo Horizonte;  Joel Jorge Guedes Paschoalin, empresário; Jonatas Rodrigues de Freitas, juiz do trabalho titular da Vara do Trabalho de Caratinga; Luciana Alves Viotti, juíza do trabalho titular da 39ª. Vara do Trabalho de BH e diretora do Foro; Maria Belisária Alves Rodrigues, advogada; Rogério Neiva Pinheiro, juiz auxiliar convocado do CSJT; Susana Graciela Santiso, desembargadora do TRT da 15ª Região; UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais;  Valtércio Ronaldo de Oliveira, desembargador do TRT da 5ª Região; Vânila Cardoso André de Moraes, juíza federal e diretora do Foro da Seção Judiciária de Minas Gerais.

Grau Insígnia

André Luiz de Andrade Santos; Adriana Maria Reis da Cruz Leite; Cláudia Reinalda Vieira de Almeida; Dayse Maria de Melo Franco; Denise Duarte Horsth, Ednea do Carmo Assis, José Ronaldo de Almeida, Laura Ferreira Diamantino, Leonardo de Assis Silveira; Márcia Helena Salgado Brandão; Maria Alice Jorge de Vasconcelos Iannotti; Miguel Agostinho Paim; Mozart Secundino de Oliveira Júnior e Terezinha Lisieux dos Santos Nunes Meira, todos servidores do TRT-MG.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /