Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Mutirão em MG para encerrar processos trabalhistas tem mais de 300 audiências telepresenciais programadas

Mutirão em MG para encerrar processos trabalhistas tem mais de 300 audiências telepresenciais programadas

publicado 03/12/2020 15:58, modificado 03/12/2020 15:58

Este ano, mesmo com a pandemia, a Justiça do Trabalho de Minas não parou. Mais uma prova disso é que a 10ª Semana Nacional da Execução Trabalhista do CSJT e a 15ª Semana Nacional da Conciliação do CNJ acontecem ao mesmo tempo, de segunda (30) até sexta-feira (4), nos tribunais de todo o país. Os mutirões para encerrar os processos trabalhistas e promover a conciliação entre as partes estão a todo vapor na Justiça do Trabalho mineira por meio de audiências telepresenciais, de maneira a atender todo o estado.

Nos três primeiros dias dos eventos, somente no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas de 1º Grau (Cejusc 1) do TRT-MG, foram realizadas 86 audiências conciliatórias que resultaram em 45 acordos homologados, de um total de 230 processos pautados, enquanto no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas de 2º Grau (Cejusc 2) foram designadas 119 audiências.   

O formato de videoconferências possibilita o diálogo sem a aproximação física necessária para a preservação da saúde, o que, segundo a coordenadora em exercício do Cejusc 2, juíza Flávia Rossi Dutra, não impede as partes de estarem próximas, já que há um desejo comum de resolver um litígio.

Os valores das Semanas ainda serão levantados, mas, para se ter uma ideia, no período de 16 março a 30 de outubro deste ano, 480 mil processos trabalhistas em fase de execução foram encerrados, o que rendeu aos reclamantes mais de R$ 1 bilhão.    

Maratona de Investigação Patrimonial

A Central de Pesquisa Patrimonial (CPP) do Tribunal promove também nesta semana a Maratona de Investigação Patrimonial. Os servidores e magistrados que participam são apresentados à visão geral do procedimento de pesquisa e ferramentas de busca de patrimônio e vínculos utilizadas pela Central.

Cada processo indicado foi examinado previamente pela CPP e os casos concretos servem de base para apresentação do passo a passo da pesquisa patrimonial, com sugestões para a melhor condução da execução nas varas.

Conciliação o ano todo

Apesar de os processos para os mutirões já estarem inscritos, a juíza Flávia Rossi Dutra lembra que, se um determinado processo ainda não foi enviado para uma tentativa conciliatória, não é motivo para lamentar. “A oportunidade de conciliar é diariamente oferecida pela Justiça do Trabalho aos interessados. Conciliar é uma solução adequada de solução de um conflito, porque aproxima as partes para uma solução convergente e de rápida execução”, destaca.  

Então, para quem tem interesse em se inscrever, basta acessar o site do TRT/MG, neste link: Onde Conciliar / Mediar — TRT-MG (trt3.jus.br).

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /