TRTs discutem melhorias na execução trabalhista no PJe

publicado 04/07/2017 16:30, modificado 21/10/2018 10:54

720x358_2017_0704_PJe_TRT3_TRT5_TRT15_LA.jpg
Foto: Leonardo Andrade

Foi aberta na manhã de hoje, pelo corregedor do TRT da 3ª Região, desembargador Fernando Antônio Viégas Peixoto, a quarta reunião da equipe composta por servidores de Minas e dos TRTs da 5ª Região (BA) e da 15ª Região, Campinas (SP), para especificação de requisitos para o desenvolvimento de melhorias no módulo de execução do PJe, projeto gerenciado pela juíza auxiliar da Corregedoria do TRT15 Lúcia Zimmermann. Esse projeto tem relação direta com o projeto estratégico Efetividade na Execução da Secretaria de Apoio Judiciário da 3ª Região, coordenado pela servidora Christiane Kunzi.

Para o projeto Efetividade na Execução, que consiste na reunião de processos contra os mesmos executados e no repasse de atribuições aos oficiais de justiça para a utilização das ferramentas eletrônicas (Bacenjud, Renajud e Infojud), serão elaboradas normas que regulem o fluxo da execução, definindo as atribuições das varas do trabalho e dos oficiais. Implantado nas VTs de Itabira, Cataguases e Santa Rita do Sapucaí, o projeto tem o patrocínio da Corregedoria e da Vice-Corregedoria do TRT3.

A reunião dessa equipe, parceria da 3ª, 5ª e 15ª Regiões, termina amanhã na capital mineira, onde os termômetros marcaram hoje 11 graus. Iniciado em agosto de 2016, o projeto realiza, além dessas reuniões presenciais, reuniões por videoconferência na medida de suas necessidades.

Visualizações: