III Semana Nacional de Conciliação inicia na próxima segunda

publicado 19/05/2017 18:17, modificado 19/05/2017 23:33

O Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) participa, a partir da próxima segunda-feira, da III Semana de Conciliação Trabalhista, organizada pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). Entre os dias 22 e 26 próximos, todos os Tribunais do Trabalho do país realizam mutirões para intensificar a realização de audiências de conciliação e promover publicamente a opção pelo acordo como forma rápida e eficiente de resolução de processos.

A abertura da semana ocorrerá às 9 horas na Rua Goitacazes, 1475 / 16º andar, bairro Barro Preto, Belo Horizonte, com a presença do 1º vice-presidente, desembargador Ricardo Mohallem, gestor regional da conciliação. Às 11 horas, o magistrado dará início às atividades da Semana no 2º grau do TRT, em evento a ser realizado na Av. do Contorno, 4631/ 11º, bairro Funcionários. Mais cedo, às 6h, o desembargador Ricardo Mohallem falará ao vivo no Bom Dia Minas, da TV Globo, sobre o evento.

Em Minas Gerais, durante toda a semana, de manhã e à tarde, oito mesas promoverão acordos em audiências de processos que tramitam nas varas trabalhistas, e outras três, de processos que estão em grau de recurso na segunda instância ou no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Esse trabalho, que totalizará mais de 900 audiências, estará a cargo dos Centros Judiciários de Métodos Consensuais de Solução de Disputas de 1º e 2º Graus (Cesjusc-JT). Além disso, as varas do trabalho da capital e do interior também priorizarão, nas suas pautas diárias, a conciliação.

Solicitações para realizar audiências de conciliação são recebidas pelo TRT-MG durante todo o ano. Advogados, autores de ações, pessoas ou empresas processadas interessados em incluir seus processos na pauta de audiências para buscar acordos devem solicitar a inscrição pelo link "quer conciliar", na parte superior direita da página do Tribunal ou por e-mail. As solicitações por correio eletrônico devem ser enviadas para central1@trt3.jus.br, se o processo estiver tramitando em 1º grau, e para central2@trt3.jus.br, se estiver em grau de recurso no 2º grau ou no TST. Nos pedidos, é necessário informar os seguintes dados: nome das partes, nome e OAB do advogado da parte requerente, e-mail para resposta, endereço para notificação e número do processo. (David Landau)

Visualizações: