Evento debate possibilidades de atuação dos bibliotecários em BH

publicado 08/11/2017 16:44, modificado 21/10/2018 10:55

720x373_2017_1107_2EncontroBibliotecas_LA.jpg
Foto: Leonardo Andrade
Na tarde da última terça-feira (7), foi realizado em Belo Horizonte o II Encontro de Bibliotecários de Bibliotecas Jurídicas do Estado de Minas Gerais. O evento reuniu bibliotecários, documentalistas, estudantes de biblioteconomia, professores, advogados, magistrados e servidores com intuito de debater as possibilidades de atuação dos profissionais bibliotecários. 

Na abertura do evento, compuseram a mesa de honra a coordenadora acadêmica da Escola Judicial (EJ) do TRT-MG, juíza Maria Raquel Zagari Valentim, a presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia da 6ª Região, Mariza Martins Coelho, e a gestora da Biblioteca do TRT-MG, Márcia Lúcia Neves Pimenta.

A juíza Maria Raquel Zagari Valentim deu início às atividades ressaltando a importância dos bibliotecários. "Vivemos numa sociedade altamente tecnológica que valoriza a pluralidade das informações e nem sempre tem o cuidado necessário em trazer informação com qualidade. O bibliotecário possui a incumbência de lidar com a informação, selecioná-la e disseminá-la de forma a permitir o acesso democrático com responsabilidade", afirmou.

Ela ainda destacou alguns exemplos de projetos dos bibliotecários do Tribunal, como Solidariedade literária, Caminho das letras e Sexta Cultural, que possuem a  preocupação com a permanente divulgação da informação e incentivo à leitura, alcançando não só o juízes e servidores, mas a sociedade de uma forma geral.

O evento, realizado em parceria com a Biblioteca do TRT 3ª Região - Escola Judicial e o Conselho Regional de Biblioteconomia da 6ª Região (MG/ES), contou com a apresentação do Coral Acordos e Acordes. Os participantes também tiveram a oportunidade de conhecer a exposição itinerante Justiça do Trabalho: 76 anos de história.

Experiências de fora

Dois palestrantes trouxeram suas experiências para o encontro: o bibliotecário da Câmara dos Deputados Cristian Brayner e a bibliotecária da Assembleia Legislativa de Minas Gerais Simone Torres.

Brayner falou sobre a sua atuação na casa legislativa e destacou duas dificuldades para serem debatidas no encontro. Primeiro o problema da rotina e segundo, a questão da cooperação. "Muitas das vezes adotamos nas nossas bibliotecas práticas que nos levam à rotinas não-inteligentes. Encontros como o de hoje são importantes, porque podemos trocar experiências e mudar para melhor. Penso que uma série de atividades desenvolvidas pelas bibliotecas poderiam ser feitas em cooperação. Em um momento de crise econômica,  estabelecer uma relação de parcerias com outras entidades é fundamental", disse.

A palestrante Simone Torres falou sobre as possibilidades de atuação para o bibliotecário com foco na organização de informação legislativa. Para ela, esse encontro é um momento de compartilhamento de informações. "Aqui trocamos experiências,  mostramos os trabalhos que são feitos em diferentes instituições e é também uma forma de fortalecer a nossa classe", afirmou. (Texto: Daniela Aquino/estagiária - Fotos: Leonardo Andrade)

 Galeria de fotos.

 

 

Visualizações: