Biblioteca do TRT-MG transforma livros doados em solidariedade

publicado 17/10/2017 17:11, modificado 21/10/2018 10:54

720x480_2017_1017_SolidariedadeLiteraria_LA.jpg
Foto: Leonardo Andrade

Mais de 400 livros, 116 revistas em quadrinhos, 13 DVDs infantis e 1.162 cartilhas sobre trabalho infantil foram entregues pela Biblioteca do TRT 3ª Região - Escola Judicial, na tarde desta terça-feira (17), às bibliotecas da Escola Municipal Herbert José de Souza e do Centro de Promoção e Assistência Social Ana Bernardina (Cepas). Confira aqui a reportagem produzida pela TV TRT-MG. 

A doação de livros e materiais infantis para a faixa etária de 8 a 12 anos faz parte do projeto Solidariedade Literária e ocorreu no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do Bairro Novo Aarão Reis, em comemoração do Dia das Crianças. Cerca de 120 alunos das duas instituições participaram do evento, que contou com o apoio da Asttter, e puderam conferir várias atrações. Teve música com o oficial de justiça Marcelo Camargo, contação de histórias com a juíza aposentada Denízia Braga e um show de mágica da família Kradyn. 

O estudante Caio Henrique, da Escola Municipal Herbert José de Souza, disse que gostou mais do show de mágica. “Eu adorei quando ele fazia as pombas aparecerem. Muito legal”, disse. Já a aluna Alana Santos, da mesma escola, também curtiu muito as mágicas. “Na hora em que o mágico tirou da cartola a bandeira do time Cruzeiro, pulei bastante”, conta. 

A coordenadora do Cras do Bairro Novo Aarão Reis, Daniela Rezende, explicou que o Centro de Referência promove durante o ano várias ações de convívio comunitário. “Quando a Biblioteca do TRT nos procurou para fazer esse evento em comemoração ao Dia das Crianças, aceitamos na hora. O evento foi um sucesso, muito produtivo. As crianças aproveitaram bastante”, destacou. 

Ao final, os alunos se divertiram com pipoca, algodão doce e livros que vão permear o mundo da imaginação de cada um. Os pais e profissionais da Escola e do Cepas receberam também a cartilha “Trabalho Infantil – 50 Perguntas e Respostas”, publicada pelo TST e CSJT, para fomentar o debate sobre o trabalho infantil, que restringe o acesso de crianças e adolescentes à escola. 

Solidariedade Literária

O Solidariedade Literária neste ano se engajou na campanha de erradicação do trabalho infantil e quis estimular o debate sobre este tema junto a escolas vinculadas ao Centro de Referência e Assistência Social do Bairro Novo Aarão Reis. O objetivo também foi incentivar a leitura com a doação de livros durante um evento lúdico e atrativo ao público infantil.

 

GALERIA DE FOTOS

Visualizações: