Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Tribunal Pleno homenageia desembargadora que vai se aposentar

Tribunal Pleno homenageia desembargadora que vai se aposentar

publicado 11/03/2021 21:59, modificado 12/03/2021 07:55

Em sessão telepresencial em que foram julgados quase 20 agravos regimentais, além de outras matérias, o Tribunal Pleno prestou homenagem à desembargadora Emília Facchini, que teve o seu pedido de aposentadoria referendado pelo Órgão Especial na tarde desta quinta-feira (11).

Em nome dos demais membros, o decano do Pleno, desembargador Márcio Ribeiro do Valle, lembrou a trajetória da magistrada, elogiou o seu perfil conciliador e desejou felicidade na próxima etapa de vida. “Emília Facchini é uma desembargadora ilustre, honrada e justa, que ensinou e praticou, durante o exercício da magistratura, o respeito à dignidade do ser humano. Você marcou cada um de nós ao longo da sua carreira, e seu exemplo incomparável sempre estará conosco”, enalteceu.

800px3_2021_0311_Pleno_DesaEmilia.jpg

Emília Lima Facchini ingressou na magistratura trabalhista em 1998, em vaga destinada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Exerceu os cargos de vice-presidente judicial do TRT-MG no biênio 2010/2011 e de 2ª vice-presidente, diretora da Escola Judicial e ouvidora no biênio 2014/2015

Ao pedir a palavra, a desembargadora agradeceu aos seus colegas pelos mais de 20 anos em que trabalharam juntos e aos servidores de seu gabinete, a quem chamou de colaboradores incansáveis e competentes. Também fez um agradecimento à OAB, que, segundo ela, proporcionou, com sua confiança, viver a experiência “tão grandiosa” de ser desembargadora do TRT-MG.

Além da aposentadoria da desembargadora Emília Facchini, o Órgão Especial também referendou, na sessão desta quinta-feira, as aposentadorias dos servidores Dinalva Maria Pereira Fernandes, Ederson de Souza Félix, Luiz Carlos Navarro de Moura, Mara Maria Magalhães dos Santos, Maria Imaculada Pena e Roque Leonardo de Matos Miranda.

Situação da Covid-19 no TRT-MG

No início da sessão do Tribunal Pleno, integrantes do Comitê de Saúde do TRT-MG, coordenado pela desembargadora Denise Alves Horta, apresentaram um panorama de casos de Covid-19 no Tribunal. Até o momento, foram registradas 120 ocorrências da doença em magistrados e servidores em todo o estado, mas o comitê alertou que pode haver subnotificações.

Desses casos, 60% foram registrados em Belo Horizonte, sendo 88% deles em servidores. Os números mostram ainda que 75% das contaminações ocorreram fora do ambiente de trabalho. Não houve nenhum caso de óbito entra magistrados e servidores.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /