Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas - 2015 a 2016 / Gestão assume com novas ideias e propostas para o Tribunal

Gestão assume com novas ideias e propostas para o Tribunal

publicado 13/01/2016 11:43, modificado 13/01/2016 13:43

Após o término do recesso judiciário, na quinta-feira (07), o novo presidente do TRT da 3ª Região (MG), o desembargador Júlio Bernardo do Carmo, apresentou algumas condutas que irão nortear a sua gestão, iniciada no dia 1º de janeiro (último).

Um dos principais focos da nova administração se traduz no aprimoramento da agilidade da atuação administrativa do Tribunal, imprimindo uma integração e comunicação mais estreita entre todos os setores, para alinhar condutas e procedimentos na busca da máxima efetividade e aproximação, objetivando a excelência no atendimento às necessidades de todos os integrantes da Casa, servidores e magistrados.

A defesa do principio de continuidade, manifestada pelo novo mandatário na posse e evidenciada através da manutenção da equipe de gestores da administração anterior, se encontra em congruência com a evidente preocupação em continuar caminhando para o comprometimento conjunto dos setores do Tribunal, em ação integrada e necessária ao alcance dos objetivos, que são comuns. À preocupação de melhoria da eficiência no atendimento de todas as demandas se soma, ainda, a busca de transparência, celeridade nos procedimentos e valorização dos servidores, imprescindíveis à concretização das metas e desafios que se apresentam e crescem exponencialmente.

Em tal contexto, duas medidas concretas já estão em fase de implementação, através do reforço conferido à Central de Apoio à Comissão de Uniformização de Jurisprudência (Cacuj), em atenção às demandas próprias do núcleo, e através da criação da Seção de Apoio à 2ª Instância.

A primeira visa suprir a demanda crescente de serviço, devido ao considerável aumento no número de Incidentes de Uniformização de Jurisprudência, principalmente após a aprovação da Lei 13.015/2014, que dispõe acerca da redação de novas súmulas.

Por seu turno, a outra iniciativa se origina da necessidade iminente da instituição, de conhecimento geral, alinhada com a atuação semelhante já concretizada, o Apoio à 1ª Instância.

Assim como acontece nas varas, os gabinetes vivem uma realidade de sobrecarga de trabalho que se vê agravada pelo alto índice de absenteísmo provocado por problemas de saúde entre servidores.

Para enfrentar essa realidade, a Seção de Apoio à 2ª Instância, que estará vinculada diretamente à Assessoria da Presidência, chega para contribuir com o fluxo do serviço, auxiliando os gabinetes de Desembargadores que se encontrarem em situação de maior deficiência de pessoal, o que conseqüentemente acarreta a demora na entrega da prestação jurisdicional e, por óbvio, ao atendimento ao jurisdicionado.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /