Desembargador do TJMG faz a última palestra do Seminário de Caxambu

publicado 19/11/2010 16:52, modificado 19/11/2010 18:52

O último palestrante do Seminário de Processo Eletrônico, que está sendo realizado em Caxambu, com a presença de 170 participantes, desembargador Fernando Neto Botelho, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, destacou a importância do Poder Judiciário tomar iniciativas como esta do TRT de Minas, no sentido de promover uma reflexão de magistrados e servidores sobre critérios, princípios e tecnologia a serem utilizados na implantação do processo eletrônico. Para o desembargador do TJ, é preocupante o elevado número de processos na Justiça brasileira, que dá uma idéia equivocada fora do país, que o Brasil vive em estado de beligerância. O processo virtual pode contribuir para a redução dessa estatística na medida em que torna mais célere a solução judicial dos conflitos.

Precedeu a palestra do desembargador do TJ, o lançamento do livreto Advocacia e Magistratura - por um Efetivo Acesso Material à Justiça , sobre a conciliação na Justiça do Trabalho. A publicação, disponível na página do TRT da 3ª Região, foi apresentada pelo desembargador Emerson Alves Lages.

O seminário será encerrado na manhã, deste sábado, com apresentação dos relatórios de conclusão das oficinas e a leitura da Carta de Caxambu. (de Caxambu, Divina Dias e Walter Salles)

Desembargador do TJMG faz a última palestra do Seminário de Caxambu (imagem 1)
Desembargador Fernando Botelho, palestrante do Seminário de Processo Eletrônico, ao centro, e desembargadores do TRT-MG Paulo Roberto de Castro e Cleube de Freitas Pereira (fotos: Augusto Carneiro)

Visualizações: