Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas - 2009 a 2010 / Encerrada V Semana da Conciliação do TRT-MG

Encerrada V Semana da Conciliação do TRT-MG

publicado 11/12/2009 16:35, modificado 11/12/2009 18:35
Varas de João Monlevade realizam acordo na V Semana da Conciliação (imagem 1)

O desembargador Paulo Roberto Sifuentes Costa, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, encerrou, nesta sexta-feira, 11 de dezembro, a V Semana da Conciliação do TRT-MG. Presentes à cerimônia, o corregedor do TRT da 3ª Região e presidente da Comissão Permanente do Movimento da Conciliação, desembargador Eduardo Augusto Lobato, o conselheiro do CNJ, juiz Paulo de Tarso Tamburini Souza, as juízas Olívia Figueiredo Pinto Coelho e Maria Cristina Diniz Caixeta, respectivamente, presidente da Amatra3 e conselheira da Escola Judicial, e Luís Paulo Garcia Faleiro, diretor-geral da Casa.

O conselheiro destacou que “o objetivo do CNJ ao promover a Semana da Conciliação é concentrar esforços para que a população saiba o valor do acordo, o valor de compor amigavelmente e assim diminuir a litigiosidade, diminuir o número de casos conflituosos que entrariam num processo judicial, aumentando ainda mais o acervo da justiça”. Para ele, a Semana da Conciliação tem um aspecto mais simbólico e objetiva envolver a sociedade na busca de uma justiça mais eficaz, mais ágil, mais moderna “para que criemos a cultura no Brasil da composição amigável que é sempre a alternativa mais eficaz, mais harmoniosa e mais efetiva para as parte”, concluiu.

Já o corregedor do TRT lembrou que “a conciliação na Justiça do Trabalho é uma atividade própria do processo trabalhista já que o juiz, na fase de conhecimento do processo, é obrigado a propor a conciliação em duas oportunidades. Então, a prática é exercida diuturnamente pelos magistrados trabalhistas”, explicou. Para o corregedor, “A Semana da Conciliação na Justiça do Trabalho são as 52 semanas do ano”.

Encerrada V Semana da Conciliação do TRT-MG (imagem 2)
Juízas Olívia Figueiredo Pinto Coelho e Maria Cristina Diniz Caixeta; desembargadores Eduardo Augusto Lobato e Paulo Roberto Sifuentes Costa; Luís Paulo Garcia Faleiro e Rubens Goyatá Campante (foto: Leonardo Andrade)

Os números alcançados pela Justiça do Trabalho de Minas durante a Semana da Conciliação foram considerados expressivos, segundo o desembargador Eduardo Lobato: "Foram realizadas 6.600 audiências com 44,40% de acordos, arrecadados, aproximadamente, 24 milhões de reais e atendidas 9.500 pessoas", anunciou.

O desembargador Paulo Roberto Sifuentes Costa, em sua manifestação, lembrou que a cultura do acordo é uma forma de desarmamento de espíritos, “de encontrar a paz em todos os sentidos. Então, na medida em que estamos conciliando todos os processos, estamos também difundindo para a população o sentido de desprendimento, de paz e de harmonia, tão importantes para o povo brasileiro”, ressaltou o presidente. (Divina Dias/Ruth Vasseur)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /