Projeto SINGESPA do TRT recebe premiação internacional

publicado 17/11/2010 16:03, modificado 17/11/2010 18:03

A experiência de Cooperação e Gestão Judiciária do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região foi selecionada pelo The Justice Studies Center of the Américas (JSCA-CEJA), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), e pelo Conselho Nacional de Justiça, entre os quase cem projetos e experiências de 16 países. Foram escolhidas seis experiências de Gestão Judiciária, sendo apenas duas do Brasil, uma das quais do TRT3.

O projeto Sistema Integrado de Gestão Judiciária e Participação da Primeira Instância na Administração da Justiça do TRT-MG ¿ SINGESPA/TRT-MG é uma iniciativa revolucionária de cooperação e gestão judiciárias, que democratiza a gestão, com inédita participação da Primeira Instância. A experiência nasceu com o Núcleo de Cooperação Judiciária do Foro de Belo Horizonte e depois acabou cristalizada no I Encontro de Magistrados do Foro da Justiça do Trabalho de Belo Horizonte , ocorrido em agosto passado. Em seguida, a iniciativa foi estendida para todo o estado de Minas, com o SINGESPA/TRT-MG.

Assim, nos dias 6 e 7 de dezembro, seguindo as diretrizes do projeto, será a vez dos magistrados do interior debaterem a gestão judiciária e a simplificação e padronização de procedimentos e práticas judiciais, em especial da execução trabalhista, no 1º Encontro das Unidades Regionais de Gestão Judiciária .

Além da premiação internacional, o organismo da OEA e o CNJ convidaram o TRT3 para proferir palestra no VIII Seminário Internacional de Gestão Judicial , que acontecerá em Brasília, de 28 a 30 de novembro próximos. Caberá ao juiz Antônio Gomes de Vasconcelos, designado pelo presidente do Tribunal, Eduardo Augusto Lobato, apresentar o projeto e a experiência da JT de Minas.

O evento é uma promoção conjunta do CNJ com o Centro de Estudos de Justiça das Américas (CEJA) e destina-se a membros do Judiciário dos países das três Américas. Este ano, o tema é Planejamento Estratégico e Tecnológico Frente ao Novo Perfil das Demandas Contemporâneas .

As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas, até o dia 27 de novembro, pelo portal do Centro de Estudios de Justicia de las Americas . (Ruth Vasseur)

Visualizações: