Saúde mental do trabalhador na visão de psiquiatras, psicanalistas e peritos

publicado 19/05/2010 12:35, modificado 19/05/2010 15:35

O I Ciclo de Estudos sobre Trabalho e Saúde Mental que será promovido pela Escola Judicial do TRT/MG, por meio do NIEP-J, Núcleo de Investigação e Estudos em Psicanálise e Psiquiatria Judiciária, nos dias 20 e 21 de maio, reunirá especialistas para discutir o tema sob o ponto de vista da psicanálise, da psiquiatria e dos peritos judiciais.

A psicanalista e servidora do TRT, Judith Euchares de Albuquerque, afirma que, desde a criação do Centro de Direito e Psicanálise da Escola Judicial do TRT de Minas, em 2003, a questão do adoecimento mental do trabalhador tem sido abordada de forma constante com os juízes. O assunto tem se tornado cada vez mais freqüente nos processos trabalhistas e já é objeto de reflexão de especialistas que compõem o NIEP-J, um grupo de estudo ligado ao TRT, por meio da Escola Judicial, composto por juízes, psicanalistas, psiquiatras e trabalhadores interessados na discussão sobre o adoecimento mental do trabalhador.

O I Ciclo de Estudos sobre Saúde Mental do Trabalhador contará com a participação do convidado internacional René Fiori, psicanalista.

Melhores diagnósticos

De acordo com a perita judicial e psiquiatra forense Naray Paulino, o Judiciário e a Previdência Social têm registrado um aumento de demandas de trabalhadores alegando ter adquirido doenças mentais em função do trabalho. “Não é que antes as pessoas não adoeciam e nem a doença mental é uma novidade, mas hoje, as pessoas estão mais bem informadas sobre o problema”, afirma. Na opinião da psiquiatra, hoje há melhor informação para a comunidade e melhor a qualidade do diagnóstico, tanto individual, como das organizações, por isso, mais casos são registrados. A psicologia e a psiquiatria já detectaram essa realidade há muito tempo, mas agora, os casos estão chegando ao Judiciário e à Previdência com mais freqüência, por isso, o assunto está ganhando corpo e mais espaço para discussão na sociedade.

O evento será no auditório da Escola Superior Dom Hélder Câmara, e tem apoio da ESDHC e Asttter. Mais informações sobre o evento: www.trt3.jus.br/escola . (Lucineide Pimentel)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br