Conselho gestor do Singespa discute planejamento estratégico para a execução do projeto

publicado 25/02/2011 09:28, modificado 25/02/2011 12:28

O conselho gestor do Sistema Integrado de Gestão Judiciária e Participação da Primeira Instância - Singespa/TRT-MG - reúne-se nesta sexta-feira, 25 de fevereiro, durante todo o dia, para discutir a estrutura e o funcionamento do projeto. Esta é a primeira reunião do conselho, sob a coordenação do juiz Antônio Gomes de Vasconcelos, para dar início à organização, instalação e execução dos procedimentos necessários ao planejamento estratégico do projeto.

Segundo Vasconcelos, várias propostas discutidas objetivam integrar as experiências, necessidades e demandas dos juízes do interior para, no final, formular uma política de execução do sistema. "Vamos abordar a gestão judiciária, a simplificação e a padronização de procedimentos e práticas judiciais sob a ótica das necessidades da Primeira Instância", informa o coordenador do Singespa.

Para o juiz Marco Antônio Ribeiro Muniz Rodrigues, titular da Vara do Trabalho de Caxambu, a iniciativa da administração do TRT é fundamental para descentralizar o Judiciário, uma vez que Minas Gerais tem realidades diferentes em cada região e o conselho terá o papel de aproximar as demandas e integrar a Primeira Instância nas tomadas de decisões conforme a necessidade de cada município ou região.

Antônio Neves de Freitas, titular da VT de Diamantina, entusiasma-se com a nova proposta de descentralização da JT e lembra que agora todos serão ouvidos: "O Singespa proporciona a aproximação entre os colegas do interior, permite a discussão de problemas comuns para a busca de soluções viáveis a cada realidade e promove a troca de experiências entre os integrantes da Primeira Instância".

Iniciativa revolucionária de gestão judiciária, o Singespa nasceu com o Núcleo de Cooperação Judiciária do Foro de Belo Horizonte e consolidou-se no I Encontro de Magistrados do Foro da Justiça do Trabalho de Belo Horizonte, ocorrido em agosto passado. Em seguida, a iniciativa foi estendida para todo o estado de Minas.

Em dezembro último, a experiência do TRT da 3ª Região foi selecionada pelo The Justice Studies Center of the Américas (JSCA-CEJA), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), e pelo Conselho Nacional de Justiça, entre os quase cem projetos de 16 países. Foram escolhidos seis projetos de Gestão Judiciária, sendo apenas dois do Brasil, um dos quais o Singespa.

A primeira reunião do conselho acontece na sala de reuniões da Presidência do TRT/MG, no 15º andar do Edifício-sede.

Conselho gestor do Singespa discute planejamento estratégico para a execução do projeto (imagem 1)

Participam da reunião, além da juíza Jaqueline Monteiro de Lima, titular da 33ª VT de BH, os juízes (da esquerda para a direita) Bruno Alves Rodrigues, Luiz Antônio de Paula Iennaco, titular da 2ª VT de Juiz de Fora, Martha Halfeld Furtado de Mendonça Schmidt, diretora do Foro de Juiz de Fora, na ocasião também representando a Escola Judicial do TRT, Ricardo Marcelo Silva, diretor do Foro de BH, Valmir Inácio Vieira, titular da VT de Bom Despacho, Antônio Gomes de Vasconcelos, coordenador do Singespa e titular da 5ª VT de BH, Antônio Neves de Freitas, titular da VT de Diamantina, Marco Antônio Ribeiro Muniz Rodrigues, titular da VT de Caxambu, Ana Maria Espi Cavalcanti, diretora do Foro de Contagem, Marco Túlio Machado Santos, titular da 2ª VT de Passos e Hudson Teixeira Pinto, titular da 2ª VT de Governador Valadares. (Márcia Barroso/Foto: Rachel Ameno)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br