Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas - 2011 a 2012 / Minas pode incluir prevenção de acidentes do trabalho como conteúdo nas escolas públicas

Minas pode incluir prevenção de acidentes do trabalho como conteúdo nas escolas públicas

publicado 14/09/2012 16:49, modificado 14/09/2012 19:49

O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) e gestor regional do Programa Trabalho Seguro em Minas Gerais, Anemar Pereira, o juiz do trabalho Eduardo Ferri, também gestor regional do Programa, e o assessor da Presidência do Tribunal, Paulo Haddad, se reuniram na tarde desta sexta-feira, 14, com a diretora de Projetos Especiais da Secretaria de Estado de Educação (SEE), Ivonice Maria Rocha, para discutir a inclusão do tema "prevenção de acidentes de trabalho" nos currículos do ensino médio e técnico das escolas públicas do estado.

Minas pode incluir prevenção de acidentes do trabalho como conteúdo nas escolas públicas (imagem 1)
Foto: Márcia Barroso

De acordo com a diretora, a ideia é incluir o tema na grade dos cursos do "Projeto de Educação Profissional", implantado na rede estadual no último dia 10 de setembro. "Desde a primeira reunião com os gestores do TRT, a secretária de Educação Ana Lúcia Gazzola propôs expandir o conteúdo prevenção do acidente de trabalho para o projeto pedagógico por intermédio de cursos de especialização para professores que são oferecidos pelo Magistra, programa da Secretaria que dá formação profissional aos educadores, com isso podemos incluir o conteúdo no Projeto de Educação Profissional".

Durante a reunião, o desembargador Anemar Pereira chamou a atenção para os números relacionados aos acidentes de trabalho, principalmente por falta de informação. "No ranking da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil ocupa a 4º posição entre os países com mais acidentes de trabalho, ficando atrás somente de China, Rússia e Estados Unidos e por isso precisamos trabalhar com a prevenção na educação", afirmou.

Eduardo Ferri lembrou que o programa de prevenção tem como objetivo abranger todos os segmentos da sociedade, mas em especial, os estudantes do ensino médio, porque eles são os futuros trabalhadores. "Além de preparar esses estudantes para o mercado de trabalho, as escolas estarão incentivando os alunos a repassarem as medidas preventivas para os pais".

Diante da disposição da secretária, que mais uma vez se mostrou empenhada no assunto, o desembargador Anemar disse que Minas Gerais, como sempre, pode ser o primeiro estado a cumprir o Decreto nº 7.602, de 7 de novembro de 2011 e o artigo 14 da Convenção 155 da OIT - Organização Internacional do Trabalho. "A Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho tem por objetivos a promoção da saúde e a melhoria da qualidade de vida do trabalhador e a prevenção de acidentes e de danos à saúde, por meio da eliminação ou redução dos riscos nos ambientes de trabalho, e Minas sai na frente ao abraçar essa proposta".

A diretora Ivonice Maria Rocha vai encaminhar a proposta para a Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica e uma nova reunião será agendada no final de setembro com a participação do Sesiminas, que vai contribuir com a formatação do conteúdo. (Márcia Barroso)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /