Poder diretivo do empregador é discutido em Juiz de Fora

publicado 21/05/2012 16:00, modificado 21/05/2012 19:00
Poder diretivo do empregador é discutido em Juiz de Fora (imagem 1)

"O Poder Diretivo do Empregador: Uma visão contemporânea" foi o tema de um painel inédito, na semana passada, em Juiz de Fora, com participação dos ministros Alberto Luiz Bresciani de Fontan Pereira, Maria de Assis Calsing, Guilherme Augusto Caputo Bastos e Maurício Godinho Delgado, todos do TST, que têm em comum, também, o fato de terem nascido ou vivido longos anos naquela Comarca.

A discussão do assunto, na visão da coordenadora do painel, juíza Martha Halfeld Furtado de Mendonça Schmidt, titular da 3ª Vara do Trabalho da cidade, que representou o desembargador Luiz Otávio Linhares Renault, diretor da Escola Judicial do TRT-MG, "assinala a preocupação com a visão atualizada do Direito do Trabalho no contexto de transformações sócio-político-econômicas".

A presidente do tribunal, desembargadora Deoclecia Amorelli Dias, foi representada pelo desembargador José Miguel de Campos, presidente da Turma Recursal de Juiz de Fora. O evento também contou com as presenças do desembargador Heriberto de Castro e dos juízes Maria Raquel Ferraz Zagari Valentim, Luiz Antônio de Paula Iennaco e Agnaldo Amado Filho, bem como dos juízes substitutos Márcio Roberto Tostes Franco e Luiz Olympio Brandão Vidal.

Pela OAB-MG, estiveram presentes o presidente da subseção em Juiz de Fora, advogado Wagner Antônio Policeni Parrot, o presidente da Comissão de Relações Internacionais do Conselho Federal da OAB, advogado Cézar Britto, o conselheiro federal da OAB, professor Paulo Roberto Gouvêa de Medina, e vários advogados de Juiz de Fora e Belo Horizonte.

O painel foi promovido pela Escola Judicial do TRT-3ª Região e a OAB-MG, subseção de Juiz de Fora, com o apoio da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT).

Poder diretivo do empregador é discutido em Juiz de Fora (imagem 2)

Visualizações: