Começou hoje o Censo Nacional dos Magistrados

publicado 04/11/2013 14:11, modificado 04/11/2013 16:11

Teve início nesta segunda, 4 de novembro, o Censo Nacional dos Magistrados que terá duração de 40 dias. A pesquisa pretende levantar, sistematizar e analisar opiniões e informações pessoais e funcionais para um delineamento do perfil dos magistrados.

Há poucas informações, em âmbito nacional e de maneira padronizada, sobre os magistrados brasileiros. Por essa razão, conhecer quantos são, mas também o grau de satisfação dos magistrados - escolha pessoal em relação à carreira, valorização em sentido amplo e opiniões acerca de temas típicos, como o sistema de promoção, a adoção de metas de produtividade, das relações com outros juízes, servidores e com a alta administração do tribunal - é fundamental para o aprimoramento e planejamento das políticas públicas do Poder Judiciário brasileiro.

A pesquisa é a segunda etapa do Censo Nacional do Poder Judiciário. A primeira, encerrada no mês passado (21/10), foi aplicada entre os 285 mil servidores do Poder Judiciário e respondida por 60% deles (173 mil).

Formada por 60 perguntas divididas em quatro blocos, a pesquisa pretendeu sistematizar as situações pessoais e funcionais, além de analisar a opinião dos servidores da Justiça de 91 tribunais e três conselhos. Todos os dados fornecidos serão mantidos em sigilo e os resultados serão divulgados de forma genérica, sem identificação dos participantes. O tempo estimado para o preenchimento do questionário, vale ressaltar, é de apenas dez minutos.

Para preencher o censo, o magistrado pode acessar o endereço www.cnj.jus.br/censo e clicar a aba Questionário. Lá, conseguirá ter acesso à pesquisa por meio de seu CPF. O link do Censo estará liberado desde as 11h30 desta segunda-feira e poderá ser respondido até o dia 13 de dezembro.

Para mais informações sobre o censo, clique aqui . (fonte: site www.cnj.jus.br)

Visualizações: