Ouvidoria se muda para Edifício-sede do TRT

publicado 29/01/2014 14:16, modificado 29/01/2014 16:16
Ouvidoria se muda para Edifício-sede do TRT (imagem 1)
Equipe responsável pela Ouvidoria: Alzira Baracho, Carmem Assumpção, desembargadora Emília Facchini, Cristina Ávila, Clara Passos e Carolina Figueiredo

Desde o dia 20 de janeiro último, a Ouvidoria do TRT está funcionando no 14º andar do Edifício-sede, localizado na Av. Getúlio Vargas, 255. Com a mudança, o setor passou a atender junto ao gabinete da segunda vice-presidente, desembargadora Emília Facchini, que também é a ouvidora da Justiça do Trabalho mineira. Essa proximidade viabiliza que seja aproveitado o pessoal do gabinete da Segunda Vice-Presidência nas atividades realizadas pela Ouvidoria.

A iniciativa está em consonância com a implementação gradativa das medidas recomendadas por relatório aprovado no Tribunal Pleno, na Sessão Plenária do dia 17/12/2012, em função da Resolução 63/2010 do CSJT. Segundo a assessora do setor, Cristina Ávila Oliveira, "a medida faz parte das boas práticas adotadas pela nova administração".

Ouvidoria se muda para Edifício-sede do TRT (imagem 2)
Alzira Baracho, Carolina Figueiredo, Diógenes Lopes, Clara Passos e Cristina Ávila

A Ouvidoria é o canal para todos aqueles que queiram transmitir sugestões, reclamações, denúncias ou outras manifestações a respeito do tribunal. O atendimento pode ser feito pessoalmente, das 9h às 18h, pelo e-mail ouvidoria@trt3.jus.br, através do telefone 0800-317449 (número que deve mudar em breve) ou preenchendo formulário on-line, que está disponível clicando aqui e no site do TRT.

Em levantamento realizado durante o ano de 2013, constatou-se que 88,4% das manifestações recebidas pela Ouvidoria se deram por email e 9,3% através da linha telefônica 0800. Para obter mais dados sobre o número de mensagens enviadas ao setor a partir de diferentes meios, clique aqui . (David Landau)

Visualizações: