Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas: 2013 a 2014 / Presidente do TRT instala processo judicial eletrônico nas varas do trabalho de Poços de Caldas nesta segunda

Presidente do TRT instala processo judicial eletrônico nas varas do trabalho de Poços de Caldas nesta segunda

publicado 11/04/2013 18:50, modificado 11/04/2013 21:50
Presidente do TRT instala processo judicial eletrônico nas varas do trabalho de Poços de Caldas nesta segunda (imagem 1)

A desembargadora Deoclecia Amorelli Dias, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, inaugura nesta segunda-feira, às 17 horas, o Processo Judicial eletrônico (PJe) na 1ª e 2ª varas do trabalho de Poços de Caldas, distante 468 quilômetros de Belo Horizonte. Principal cidade da região Sul/Sudoeste de MG, com uma população de 152 mil 496 habitantes, Poços de Caldas é também o município com maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado.

Entendido como a completa substituição do meio físico (papel) pelos meios de armazenamento disponibilizados pela informática, o Processo Judicial Eletrônico possui princípios, características e elementos próprios e diferenciadores do processo judicial tradicional.

A sua adoção introduz impactos significativos nos processos trabalhistas, nas atribuições dos envolvidos, na carga de trabalho dos magistrados, advogados e servidores, nas atividades, no funcionamento, nas instalações físicas, no atendimento, entre outros, no Poder Judiciário brasileiro, possibilitando uma melhoria na rotina processual com a eliminação da morosidade da prestação jurisdicional e maior oferta de acesso à justiça.

No TRT mineiro onde o PJe já está implantado em 20 das 101 varas do trabalho do estado (Nova Lima, Conselheiro Lafaiete, Itaúna, Betim, Contagem, Viçosa, Caxambu, São Sebastião do Paraíso, Sabará e Ribeirão das Neves e, ainda, no 2º Grau de jurisdição, para os processos de competência originária e para o julgamento dos recursos contra sentenças proferidas em ações que tramitaram em 1º Grau pelo PJe), os juízes, servidores e advogados passaram por capacitação já que a partir de agora, onde já está instalado o PJe, as ações trabalhistas só são ajuizadas pelo novo sistema.

Tendo como titulares os juízes Delane Marcolino Ferreira e Renato de Sousa Resende, a 1ª e a 2ª VT de Poços de Caldas receberam em 2012, 1.387 e 1.292 processos trabalhistas, respectivamente, não só do município, mas também de Andradas, Bandeira do Sul, Botelhos, Cabo Verde, Caldas, Campestre, Ibitiúra de Minas, Ipuiúna e Santa Rita de Caldas, que integram a jurisdição do fórum trabalhista da cidade. (Divina Dias/foto Google)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /