Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente

publicado 25/07/2014 10:39, modificado 25/07/2014 13:39

A Comissão de Responsabilidade Socioambiental do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região enviou ao Ministério do Meio Ambiente o primeiro relatório de acompanhamento da execução do plano de ação para implantação do programa Agenda Ambiental da Administração Pública - A3P, relativo ao seu primeiro ano. Em junho de 2013, o TRT formalizou a adesão ao programa A3P, de iniciativa do Ministério do Meio Ambiente - com Plano de Trabalho para cinco anos e término previsto para junho de 2018. O objetivo do projeto é inserir o conceito de sustentabilidade em todas as atividades realizadas no âmbito do TRT, com base nos 5R's: Repensar, Reduzir, Reutilizar, Recuperar, Reciclar.

Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente (imagem 1)

Contando com a adesão de várias instituições, a proposta do A3P consiste no desenvolvimento de projetos que englobem o compromisso em cinco eixos: uso racional de recursos materiais, gestão de resíduos sólidos, qualidade de vida no ambiente de trabalho, ações de sensibilização e capacitação de servidores e compras sustentáveis.

As metas a serem atingidas são: Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente (imagem 6) Realizar a gestão ambiental dos resíduos com implementação da coleta seletiva de lixo nas unidades do Interior; Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente (imagem 6) Utilizar de forma racional os recursos (ex.: material de expediente, água, energia, etc,) combatendo o desperdício e promovendo a redução de consumo; Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente (imagem 6) Adotar a licitação sustentável com inserção de critérios socioambientais nas compras públicas para a aquisição de bens, materiais e contratação de serviços; e substituição de insumos e materiais por produtos que provoquem menos danos ao meio ambiente, inclusive nos projetos de novas edificações; Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente (imagem 6) Implantar um programa continuado de educação ambiental para a formação e capacitação do servidor público por meio de palestras, reuniões, exposições, oficinas de arte-educação e ecologia humana; Primeiro relatório do plano de implantação da A3P na Justiça do Trabalho é apresentado ao Ministério do Meio Ambiente (imagem 6) Produzir campanhas de conscientização para o público interno e externo por meio das mídias disponíveis, trazendo temas socioambientais, experiências bem-sucedidas e progressos alcançados pela instituição.

Respeitando a autonomia de cada participante, o Ministério participa enviando sugestões. Todos os anos, as instituições devem enviar relatórios apontando quais os resultados e as realizações alcançadas.

Clique aqui para acessar o relatório na íntegra.

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br