Reunião vai tratar de irregularidades praticadas por sindicatos

publicado 03/12/2013 12:53, modificado 03/12/2013 14:53

O superintendente regional do trabalho, Heli Siqueira de Azevedo, e a auditora fiscal do trabalho, Alessandra Parreiras Ribeiro, chefe da Seção de Relações do Trabalho no Estado de Minas Gerais, se comprometeram a levar ao conhecimento das entidades sindicais profissionais de Minas, numa reunião convocada para o próximo dia 6, às 14h, no 10º andar da sede da superintendência, na Rua Tamoios, 596, Belo Horizonte, que a Justiça do Trabalho, o Ministério Público do Trabalho e a própria Superintendência Regional do Trabalho não vão tolerar a negativa injustificada de algumas entidades sindicais de prestar a assistência homologatória nas rescisões de contrato de trabalho com mais de um ano de duração, muito menos a cobrança de taxa para a homologação, que é ilegal.

Esse compromisso é um dos resultados da reunião ocorrida dia 28 de novembro no Foro trabalhista de Belo Horizonte, com os juízes Cleber Lucio de Almeida e Maristela Iris da Silva Malheiros, respectivamente coordenador-geral do Singespa e diretora do Foro Trabalhista da Capital, e com a procuradora-chefe adjunta da Procuradoria Regional do Trabalho, Márcia Campos Duarte. (Walter Salles)

Visualizações: