Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas: 2013 a 2014 / TRT-MG participa de simpósio sobre gestão de documentos arquivísticos

TRT-MG participa de simpósio sobre gestão de documentos arquivísticos

publicado 22/04/2013 11:47, modificado 22/04/2013 14:47

Entre os dias 9 e 12 de abril, o Rio de Janeiro sediou o I Simpósio Nacional sobre Gestão, Preservação e Acesso aos Documentos Arquivísticos. O TRT da 3ª Região ajudou a promover o evento e foi representado pela juíza Maria Cristina Diniz Caixeta, titular da 7ª VT de BH, que integrou a Comissão Organizadora na qualidade de representante do Poder Judiciário junto ao Conselho Nacional de Arquivos (Conarq).

TRT-MG participa de simpósio sobre gestão de documentos arquivísticos (imagem 1)
Da esquerda para a direita: Marivaldo Dantas, Ellen Gracie, Maria Cristina Diniz Caixeta, Luis José de Jesus Ribeiro e Maria Izabel de Oliveira

O simpósio contou com a presença maciça de representantes das áreas de gestão documental, memória e arquivo, de instituições públicas e privadas. Os debates proporcionaram importantes reflexões e trocas de experiências, envolvendo temas de grande relevância ligados à produção, gestão, preservação e acesso a documentos e informações, tanto em formato papel como eletrônico.

A juíza Maria Cristina Diniz Caixeta coordenou duas mesas redondas, que abordaram temas vinculados à atuação do Ministério Público e do Poder Judiciário no esforço para garantir o cumprimento da legislação arquivística, onde se reuniram importantes profissionais envolvidos com o tema. Com os títulos "Conarq e Ministério Público - ações conjuntas para a gestão, preservação e acesso ao patrimônio arquivístico" e "Gestão Documental do Poder Judiciário", as mesas coordenadas pela juíza mineira foram integradas pela ex-ministra do STF, Ellen Gracie, pelo promotor estadual de defesa do patrimônio cultural e arquivístico de MG, Marcos Paulo Souza Miranda, pelo juiz auxiliar do CNJ, Marivaldo Dantas, que também é coordenador do Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário (Proname) e pelo presidente do Fórum Nacional Permanente em Defesa da Memória da Justiça do Trabalho (Memojutra), Luis José de Jesus Ribeiro.

Magistrada mineira continuarará representando fóruns da área

Quatro dias antes do simpósio, no dia 5 de abril, a juíza Maria Cristina Diniz Caixeta foi reconduzida pelo TST para o Comitê Gestor da Memória da Justiça do Trabalho, como reconhecimento ao trabalho do TRT-MG no incentivo e na disseminação de práticas de gestão e preservação documental. Desde março, ela também integra, como representante do CSJT, o Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário (Proname), órgão criado pelo CNJ. (David Landau)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /