Lobato abre nesta segunda encontros regionais de juízes e inaugura sustentação oral simultânea a distância

publicado 03/12/2010 14:30, modificado 03/12/2010 16:30

O desembargador Eduardo Augusto Lobato, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, abre, na próxima segunda-feira, dia 6 de dezembro, às 9 horas, em Montes Claros, os 1ºs Encontros das Unidades Regionais de Gestão Judiciária e de Participação da 1ª Instância na Administração da Justiça do Trabalho de Minas Gerais (URGES) .

A solenidade será transmitida, em tempo real, por videoconferência, para os foros de Pouso Alegre, Governador Valadares, Belo Horizonte, Montes Claros, Uberlândia e Juiz de Fora, que sediam os encontros, respectivamente, das regiões Sul, Nordeste, Metropolitana de BH, Norte, Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba e Zona da Mata.

A exemplo do que ocorreu no I Encontro de Magistrados do Foro da Justiça do Trabalho de Belo Horizonte , realizado em agosto passado, os encontros regionais abrem um espaço importante de diálogo e troca de experiências para os magistrados sobre as práticas gerenciais e de procedimentos jurisdicionais. Entre os objetivos estão aprimorar e uniformizar práticas de gestão judiciária, simplificar, uniformizar e otimizar procedimentos e rotinas processuais em execução e fixar diretrizes para o cumprimento das metas estabelecidas pelo CNJ.

Para mais informações sobre os encontros, clique aqui .

Sustentação Oral simultânea

Após a abertura do Encontro, o presidente do TRT inaugura a 1ª Sustentação Oral a Distância, por videoconferência, nas cidades de Montes Claros, Governador Valadares e Pouso Alegre. Estes foros estarão conectados à sessão da 10ª Turma, presidida pela vice-presidente judicial do TRT, desembargadora Emília Facchini, para a realização da sustentação oral.

Realizada pela primeira vez em 29 de julho, em Uberlândia, a sustentação oral a distância representou um marco na história da justiça de Minas Gerais e é mais um instrumento para dar mais agilidade ao Judiciário e ampliar o acesso dos jurisdicionados.

Para o presidente do TRT-MG, um importante aspecto a ser ressaltado é a celeridade proporcionada pelo sistema de videoconferência, seja pela velocidade de propagação da informação, seja pelo acesso facilitado, já que as dimensões territoriais do estado dificultam o deslocamento dos usuários. Com a sustentação oral a distância, os advogados não mais precisarão se deslocar por grandes distâncias, salvaguardando, inclusive, a própria vida , destaca o desembargador que ressalta, ainda, ser este mais um avanço do TRT da 3ª Região na direção da virtualização do processo.

Estarão em Governador Valadares e Pouso Alegre, respectivamente, para prestigiar a inauguração do sistema, os desembargadores Cleube de Freitas Pereira, vice-presidente administrativo, e Luiz Otávio Linhares Renault, corregedor. (Ruth Vasseur)

Visualizações: