Novos desembargadores do TRT-MG tomam posse solene na 3ª feira (23)

publicado 19/06/2015 15:00, modificado 19/06/2015 18:00

O Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região realiza, no próximo dia 23 de junho, a sessão solene de ratificação de posse dos dez novos desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região - Minas Gerais, nomeados por decreto da presidente Dilma Rousseff no dia 29 de maio e empossados em 29 de maio último. São eles: Oswaldo Tadeu Barbosa Guedes, Rosemary de Oliveira Pires, Ana Maria Amorim Rebouças, José Marlon de Freitas, Maria Cecília Alves Pinto, Paulo Maurício Ribeiro Pires, Manoel Barbosa da Silva, Maristela Iris da Silva Malheiros e Lucas Vanucci Lins: ex-juízes promovidos à Segunda Instância por antiguidade ou merecimento. Pelo 5º constitucional, em vaga destinada à OAB, tomará posse a desembargadora Paula Oliveira Cantelli. Agora, fica completo o quadro de magistrados de 2º Grau do TRT-MG, pois foram preenchidas as vagas deixadas pelos desembargadores José Miguel de Campos, Paulo Roberto Sifuentes Costa e Bolívar Viégas Peixoto, e por sete das oito remanescentes da Lei 12.616/2012.

A solenidade, que será presidida pela desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria, presidente do TRT-MG, acontece às 17 horas, no auditório Oi Futuro Klauss Vianna.

Trajetória na Justiça do Trabalho

Oswaldo Tadeu Barbosa Guedes (promoção por merecimento) foi aprovado no concurso publico de provas e títulos para o cargo de Juiz do Trabalho Substituto, do TRT da 3ª Região, sendo empossado em 7/11/1989. Promovido a presidente da JCJ de Aimorés, por merecimento, em 18/2/1992, presidiu, ainda as JCJ de Lavras, Alfenas e 1ª de Varginha.

Rosemary de Oliveira Pires (promoção por merecimento) ingressou na Magistratura do Trabalho da 3ª Região, por concurso público de provas e títulos, em 7/12/1990. Presidiu as JCJs de Montes Claros (2ª), Coronel Fabriciano (2ª), Congonhas (2ª), Sete Lagoas (2ª) e Nova Lima e foi titular das Varas do Trabalho de Belo Horizonte (20ª) e Sabará. É também professora de Direito do Trabalho pela Milton Campos e Mestre e Doutora em Direito do Trabalho pela UFMG.

Ana Maria Amorim Rebouças (promoção por antiguidade) foi aprovada em concurso público de provas e títulos para o cargo de Juíza do Trabalho Substituta em 7/12/90. Foi promovida a Juíza Titular, por antiguidade, da JCJ de Januária em 22/4/93, tendo atuado também, como presidente das JCJ de Passos (2ª), Divinópolis (1ª), Contagem (3ª), 15ª de Belo Horizonte e como titular da 48ª Vara do Trabalho.

José Marlon de Freitas (promoção por antiguidade) ingressou na magistratura trabalhista, por concurso público, em 1990. Presidiu as JCJ de Coronel Fabriciano (4ª) e Divinópolis (2ª) e como titular de Vara do Trabalho passou pela 18ª, 34ª e 41ª VTs de Belo Horizonte.

Maria Cecília Alves Pinto (promoção por merecimento) ingressou na Justiça do Trabalho em 7/12/90 após aprovação em concurso público de provas e títulos. Presidiu a 3ª JCJ de Uberlândia e foi titular das Varas do Trabalho de Bom Despacho, 4ª de Betim, 4ª de Contagem, 5ª, 26ª e 46ª varas de Belo Horizonte.

Paulo Maurício Ribeiro Pires (promoção por antiguidade) ingressou na magistratura trabalhista, por concurso público, em 7/12/90, tendo sido promovido em 1993, por merecimento, para o cargo de Juiz Presidente da JCJ de Aimorés. Atuou como Juiz Titular das JCJ de Coronel Fabriciano, João Monlevade, Itaúna, 25ª e 31ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte.

Manoel Barbosa da Silva (promoção por merecimento) ingressou na Justiça do Trabalho, por concurso público para Juiz do Trabalho Substituto, em 1990. Atuou como juiz titular das Varas do Trabalho de Januária, Itabira, 2ª de Sete Lagoas, 16ª de Belo Horizonte e 5ª e 6ª VTs de Contagem.

Maristela Íris da Silva Malheiros (promoção por antiguidade) ingressou na magistratura trabalhista pelo TRT da 3ª Região, por concurso público, em 7/12/1990 no cargo de Juíza do Trabalho Substituta. Em 1993 foi promovida ao cargo de Juíza Titular da então 2ª JCJ de Uberaba. Atuou como juíza titular das Varas do Trabalho de Paracatu, Unai, Sete Lagoas, 2ª Vara de Betim, 3ª Vara de Contagem, 28ª e 19ª e 44ª Varas do Trabalho de Belo Horizonte.

Lucas Vanucci Lins (promoção por merecimento) ingressou na magistratura trabalhista em 1990. Promovido a Juiz do Trabalho Presidente de JCJ, presidiu as JCJs de Monte Azul e Guanhães e foi Juiz Titular da 1ª Vara do Trabalho de Betim e da 1ª e 2ª Varas de Trabalho de Nova Lima.

Paula Oliveira Cantelli é advogada trabalhista inscrita na OAB/MG sob o nº 70.195. Formada pela Faculdade Milton Campos no ano de 1996, onde é professora de direito do trabalho e prática trabalhista, é também mestre e doutoranda em direito pela PUC Minas. Exerceu o cargo de vice-presidente da Comissão Estadual da Mulher Advogada da OAB/MG. Ingressa no TRT-MG em vaga destinada ao Quinto Constitucional da OAB.

Notícias relacionadas:

Nomeados dez novos desembargadores para o TRT-MG

Pleno do TRT-MG vota em sessão histórica múltiplas listas para vagas de desembargador

Magistratura do TRT celebra votação das múltiplas listas tríplices.

Visualizações: