Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas - 2009 a 2010 / TRT de Minas terá a melhor biblioteca jurídica do país, segundo Antônio Álvares

TRT de Minas terá a melhor biblioteca jurídica do país, segundo Antônio Álvares

publicado 17/12/2009 16:05, modificado 17/12/2009 18:05

Em cerimônia realizada hoje, 17 de dezembro, no Gabinete da Presidência, a viúva do desembargador Ari Rocha, Sílvia Rosa Pena Rocha, e o filho do casal, Cláudio Pena Rocha, ratificaram a intenção já manifestada anteriormente de doar ao Tribunal a biblioteca deixada pelo ex-presidente do TRT, com três mil e quinhentos volumes.

Compareceram à solenidade o presidente do TRT/MG, desembargador Paulo Roberto Sifuentes Costa, cuja meta de ampliar e qualificar o acervo da biblioteca do TRT no curso de sua gestão foi alcançado; os desembargadores Eduardo Augusto Lobato, corregedor do Tribunal que exercerá a presidência a partir de 1º de janeiro de 2010, Cleube de Freitas Pereira, empossada vice-presidente administrativa da Casa, Emerson José Alves Lage e Anemar Pereira Amaral.

Segundo o professor Antônio Álvares da Silva, desembargador do Tribunal agraciado, a biblioteca de Ari Rocha é ampla, abrangente e de elevado gabarito, com predominância para os clássicos de Processo Civil e de Filosofia do Direito, além de dicionários jurídicos. Falando sobre o falecido colega, morto em acidente no dia 23.11.90, quando viajava a serviço do Tribunal, Álvares da Silva salientou, com indisfarçável emoção, que Ari eternizou-se tanto pela religião quanto pela realização do bem, já que era um crente fervoroso e coerente que sempre praticava o bem, que irradiava para a família, os alunos e a sociedade. “Agora, pelas mãos da esposa, mediante esta doação, causa mais um bem à humanidade”, asseverou o desembargador, para quem o Tribunal de Minas passa a ter a melhor biblioteca jurídica do país.

Cláudio Pena Rocha, que é diretor da Secretaria de Pessoal do TRT de Minas, ao discursar, como representante da família, salientou que a doação vai favorecer muitas pessoas, que passarão a ter acesso aos livros doados. Já a sua mãe Sílvia disse que embora Ari não tivesse manifestado desejo de fazer essa doação, tem certeza que, no outro mundo, ele está feliz, pois era uma pessoa desprendida. (Walter Sales)

TRT de Minas terá a melhor biblioteca jurídica do país, segundo Antônio Álvares (imagem 1)
Paulo Roberto Sifuentes Costa, Eduardo Augusto Lobato, Antônio Álvares da Silva, Silvia Rosa Pena Rocha, Claudio Pena Rocha, Emerson José Alves Lage, Cleube de Freitas Pereira e Anemar Pereira Amaral (foto: Leonardo Andrade)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /