Comissão de Responsabilidade Socioambiental encerra o ano com concurso de logomarca

publicado 06/12/2012 15:22, modificado 06/12/2012 17:22

Com a videoconferência realizada hoje, dia 6 de dezembro, em Belo Horizonte, que contou com participação de representante do Foro de Uberlândia, a Comissão de Responsabilidade Socioambiental da Terceira Região encerrou o ano fazendo um balanço do trabalho realizado até aqui e já projetando os primeiros passos a serem trilhados em 2013. Um deles é o novo site que deverá estrear em fevereiro. Mas antes, será lançado um concurso para a escolha da logomarca da comissão, no qual todos poderão votar: tanto o público interno, quanto o externo.

Comissão de Responsabilidade Socioambiental encerra o ano com concurso de logomarca (imagem 1)
Foto: ACS

O diretor de Coordenação Administrativa e presidente da comissão, Carlos Athayde Valadares Viégas, abriu a reunião destacando a importância da atuação do grupo, sobretudo, na mudança de mentalidade que esse trabalho já vem provocando na Instituição e nas pessoas, a começar dele próprio, o que inclui a formação de uma consciência ecológica e de sensibilidade social, no que toca à convivência com as pessoas com deficiência e as necessidades específicas de cada um. Trabalho esse que foi exposto por Danuza Pereira Mantuano, coordenadora da comissão. E não foram poucos os avanços neste ano de 2012: reuniões itinerantes, curso de compras públicas sustentáveis, desenvolvimento do programa Procel para prédios públicos (o que foi feito pela Engenharia do TRT), campanha em colaboração com o Servas para recolhimento de donativos para vítimas das enchentes do início do ano, Semana do Descarte, programa de coleta seletiva, treinamento e integração de novos servidores e magistrados, incluindo a distribuição das canecas que substituem os copos descartáveis, além do questionário para o diagnóstico das questões socioambientais na Instituição. Estas são apenas algumas das ações levadas a efeito neste ano.

Mas, de acordo com Danuza, o que mais marcou o trabalho da comissão em 2012 foi mesmo a unificação das antigas comissões de Gestão Ambiental e de Inclusão Social, que se fundiram para dar corpo à atual Comissão de Responsabilidade Socioambiental, a qual, por uma feliz coincidência, foi oficializada por meio da Portaria da Presidência nº 65, publicada em 21 de setembro. Data que é, a um só tempo, o Dia da Árvore e o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência.

Na reunião, os representantes de cada área expuseram os esforços empreendidos em seus setores em prol da economia e da sustentabilidade, como: diminuição do fluxo de papéis, com o uso do SUP e do Malote Digital; uso do papel frente e verso; uso mais comedido das impressoras, entre outras boas práticas que estão sendo estendidas, pela Diretoria de Apoio à 1ª Instância, inclusive, para as Varas do interior. Em Uberaba, foi instalada a coleta de baterias na sala da OAB, para o correto descarte desse material. De Uberlândia, Antônio Fernandes, secretário do Foro local, trouxe a experiência do compartilhamento de informações e materiais entre as cinco VTs locais, como forma de economia e racionalização do uso de recursos.

Representando a Diretoria de Engenharia, Luiz Himer Campos destacou que, hoje, a consciência da responsabilidade socioambiental está presente em cada fase do trabalho do setor, desde o projeto inicial: "É preciso pensar a obra sob todos os ângulos: desde a acessibilidade aos detalhes arquitetônicos que levam à economia de energia, passando pela escolha dos materiais mais condizentes com a sustentabilidade", pontuou. Finalizando, Carlos Athayde lembrou que, com o processo eletrônico, estima-se uma economia final de 95% do papel utilizado na Instituição. Isso, por outro lado, vai gerar reflexos em outras áreas, com o aumento do consumo de energia e do uso de equipamentos. Mas essas são questões a serem pensadas quando esse futuro próximo chegar. Até porque, o gigantesco trabalho dessa comissão, está só começando. (Margarida Lages)

Visualizações: