Juíza apresenta deliberações do Conarq em reunião com a Cpad

publicado 11/12/2012 16:38, modificado 11/12/2012 18:38

A juíza Maria Cristina Diniz Caixeta, titular da 7ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte e representante do Poder Judiciário no Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ, reuniu-se hoje, dia 11, no prédio do TRT-MG da Avenida do Contorno n. 4.631, em Belo Horizonte, com a Comissão Permanente de Avaliação de Documentos - Cpad, responsável pela condução do Programa de Gestão Documental do TRT da 3ª Região, para comunicar as últimas deliberações do Conselho no que diz respeito à gestão de documentos digitais e ao incremento da divulgação dos procedimentos de gestão documental para capacitação de entes da Administração Pública.

Juíza apresenta deliberações do Conarq em reunião com a Cpad (imagem 1)
Foto: Walter Salles

A magistrada informou também sobre o tombamento pela Unesco do acervo de autos de dissídios coletivos do TRT da 6ª Região (Pernambuco), que significa o reconhecimento da importância dos acervos documentais da Justiça do Trabalho do país para a história da humanidade. Esse fato, inclusive, foi usado pela juíza para reforçar a idéia de constituição do Centro de Documentação Histórica deste Tribunal que terá lugar no prédio da Rua Curitiba.

A Cpad, por sua vez, informou sobre o atual estágio dos trabalhos de avaliação para destinação dos autos de processos findos arquivados nas varas do interior do estado. Ao término da reunião, a Cpad elencou os eventos e os procedimentos para o final do presente exercício e para o ano de 2013, que inclui visitas aos Foros de Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Uberaba e o Plano de divulgação da Gestão Documental e da Memória do TRT. (Walter Salles)

Visualizações: