Lançamento de programa dirigido a entes públicos encerra a VI Semana da Conciliação, que alcançou 3.392 acordos.

publicado 03/12/2010 17:48, modificado 03/12/2010 19:48
Vem aí a Semana da Conciliação 2012 (imagem 1)

Foi lançado hoje, 3 de dezembro, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, em Belo Horizonte, por sua vice-presidente administrativo, desembargadora Cleube de Freitas Pereira, o programa institucional Entes Públicos que vão além do dever legal , criado para distinguir nacionalmente com um diploma de honra ao mérito os devedores públicos de obrigações trabalhistas que quitarem os precatórios em dia. Na mesma cerimônia, foi encerrada a VI Semana da Conciliação, com 3.392 acordos realizados.

Em seu discurso, o presidente do TRT de Minas, desembargador Eduardo Augusto Lobato, lembrou que foi mantida a tradição de se realizar a Semana da Conciliação nos dias que antecedem o da Justiça, comemorado em 8 de dezembro; que esse período inspira os cristãos do mundo inteiro, no sentido de manter elevado o espírito de conciliação vislumbrado nessa confraternização da Justiça Estadual, Federal e do Trabalho, da Ordem dos Advogados, do Ministério Público, pessoas jurídicas de direito público, empresas estatais e privadas, enfim, de todos envolvidos num esforço conjugado para valorizar em nossa consciência a idéia de que o ato de conciliar os conflitos nas relações com terceiros é um atributo das pessoas mais civilizadas. E destacou, como exemplos a serem seguidos, o Estado de Minas Gerais e o Município de Belo Horizonte, pela prática da conciliação. Para ele, o pagamento dos precatórios em dia por Minas e BH atesta a boa gestão e demonstra a responsabilidade social de seus governantes . Encerrando sua fala, Lobato afirmou que o propósito é criar na sociedade a cultura da conciliação, cultura essa que, uma vez dominante, certamente promoverá um desenvolvimento maior de nossa civilização. E o sucesso alcançado por esta VI edição da Semana da Conciliação demonstrou que nós estamos no caminho certo , concluiu.

Lançamento de programa dirigido a entes públicos encerra a VI Semana da Conciliação, que alcançou 3.392 acordos. (imagem 2)
Juíza Adriana Goulart de Sena, Marco Antônio Romanelli, desembargadores Luiz Otávio Linhares Renault, Emília Fachini, Eduardo Augusto Lobato, Cleube de Freitas Pereira e Paulo Roberto Sifuentes Costa, Cristiana Maria Fortini Pinto e Silva e Ramon Tácio de Oliveira, juiz da Central de Conciliação de Precatórios do TJMG (fotos: Leonardo Andrade)

De fato, os números divulgados pelo corregedor do TRT, desembargador Luiz Otávio Linhares Renault, impressionam: De 10 mil audiências designadas para a Semana da Conciliação, foram realizadas 8 mil e alcançados 3.392 acordos, no valor total de R$33 milhões. Renault agradeceu a participação de todos os envolvidos, especialmente os servidores, juízes e advogados.

Lançamento de programa dirigido a entes públicos encerra a VI Semana da Conciliação, que alcançou 3.392 acordos. (imagem 3)
Durante o evento foram realizadas duas audiências, ambas da Secretaria de Execuções e Precatórios, presididas pelo juiz designado Jésser Gonçalves Pacheco, nas quais foram homologados acordos no precatório 77/09, proveniente de demanda entre o SINDEAC e o Município de Belo Horizonte, no valor de R$2.400.000,00, e no precatório 460/08, no valor de R$77.919,28, de responsabilidade do Estado de Minas Gerais, que vai quitar todos os precatórios do exercício de 2010 ainda neste mês de dezembro, no valor total de R$1.800.000,00

E nessas audiências estava o resultado de todo um trabalho em prol da continuação do pagamento, em dia, dos precatórios, não obstante a EC 62/2009, resultado esse que motivou o lançamento do programa institucional Entes Públicos que vão além do dever legal , de iniciativa da vice-presidente administrativa do TRT, desembargadora Cleube de Freitas Pereira.

Cleube esclareceu que pela EC 62, estados, Distrito Federal e municípios poderiam optar por pagar os precatórios mediante depósitos mensais ou anuais em conta especial gerenciada pelo Tribunal de Justiça. Segundo ela, a sistemática significou um retrocesso para os credores, que vinham recebendo em dia graças ao trabalho do Juízo Auxiliar de Conciliação de Precatórios, criado no ano 2000. Mas o TRT de Minas, disse a desembargadora, diferentemente de outros tribunais, continuou a impulsionar os precatórios normalmente , e no Encontro Nacional sobre Precatórios, realizado pelo CNJ, apresentou, com a ajuda do procurador do Estado de Minas Gerais, Ronaldo Cheib, uma proposta vitoriosa, de acréscimo do art. 24-A à Resolução 115 daquele Conselho, que facultou o processamento dos precatórios dos entes públicos que não se encontravam em mora no âmbito dos Tribunais Federais e do Trabalho, nos termos do art. 100 da Constituição da República, ou mediante acordos perante juízos conciliatórios. Aí, surgiu a idéia de lançar o programa, para incentivar os gestores a fazerem uso dessa faculdade , revelou a vice-presidente.

São, pois, homenageados pelo TRT, os administradores públicos que mantêm o pagamento em dia dos precatórios provenientes de créditos de trabalhistas, em conformidade com o artigo 24-A da Resolução 123/2010 do CNJ, porque vão além do dever previsto na Emenda Constitucional 62/2009, revelando elevada consciência social e humanista. A idéia é que o bom exemplo seja difundido ao máximo, para que seja seguido pelo maior número possível de entes públicos. E, no caso, o bom exemplo vem de cima, com a quitação dos precatórios do exercício de 2010 pelo Estado de Minas Gerais e pelo Município de Belo Horizonte.

Representando o governador Antônio Augusto Anastasia, também homenageado por pagar os precatórios em dia, o advogado-geral do estado, Marco Antônio Rebelo Romanelli, firmou o compromisso, em nome do representado, de envidar todos os esforços para ir além do dever legal, para que possamos viver em um Estado cada vez melhor.

Lançamento de programa dirigido a entes públicos encerra a VI Semana da Conciliação, que alcançou 3.392 acordos. (imagem 4)
Marco Antônio Rebelo Romanelli e Cleube de Freitas Pereira

Ao receber o diploma, a procuradora-geral adjunta do Município, Cristiana Maria Fortini Pinto e Silva, leu uma mensagem do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, por ela representado, em que falou da satisfação de receber a honrosa homenagem, elogiou a direção do TRT, do qual o Município é parceiro, e renovou o propósito de continuar pagando em dias os créditos das pessoas que prestaram ou prestam serviços a Belo Horizonte.

Lançamento de programa dirigido a entes públicos encerra a VI Semana da Conciliação, que alcançou 3.392 acordos. (imagem 5)
Cristiana Maria Fortini Pinto e Silva e Cleube de Freitas Pereira

A juíza titular da 35ª Vara de Belo Horizonte, integrante do Comitê Gestor da Conciliação do CNJ e professora da UFMG, Adriana Goulart de Sena, acompanhou Renault em seus agradecimentos, lembrou que o TRT de Minas tem uma história de iniciativas em prol da conciliação, citando, dentre outros exemplos, a criação do juizado Especial de Conciliação de Precatório, e afirmou que o lançamento do programa institucional "Entes Públicos que vão além do dever legal" fecha com chave de ouro a VI Semana da Conciliação. Adriana realçou a iniciativa de interlocução com a OAB, que permitiu falar com os jovens advogados sobre conciliação e a sua importância. Agradeceu a parceria com o Estado de Minas Gerais, que cedeu as instalações do Posto UAI, na Praça Sete de Setembro, segundo ela, dignas dos maiores elogios.

Encerrando a cerimônia, o presidente Eduardo Augusto Lobato disse que, apesar de simples, ela tem significado expressivo, e serve de exemplo para outros tribunais, estados e municípios. (Walter Sales)

Visualizações: